domingo, 11 de junho de 2017

É cada atrasado/a que anda aí :(

Ainda por aí gente tão atrasada que eu até fico mais palerma. Há dias estava a ver uma reportagem, onde o tema era sobre até onde podia ir a ganância das pessoas.

As entrevistas foram feitas entre as faixas etárias, dos 25 aos 70.

Os mais jovens queriam quase todos um emprego onde ganhassem muito dinheiro, uma boa casa/carro e uma boa posição na sociedade, quase todos queriam reconhecimento por serem (bem empregados)

Depois e conforme a idade ia avançando, os mais idosos queriam saúde sim, mas outra vez o dinheiro. Eu estava a ver e nem de propósito naquele dia tinha ido a um hospital e pensava para comigo, ó gente mas será que ninguém jovem, menos jovem, pensa que primeiro que tudo as pessoas devem querer a saúde? ninguém pensa nisso e o pior é que no fundo toda a gente sabe que sem ela não se consegue dinheiro. Não sou hipócrita ao ponto de dizer que também não quero dinheiro e que ele nos faz falta, claro que não, mas nunca pensei muito nele, faço por ter para o dia a dia e nada mais.

Depois lembrei desta criança e pensei, pessoas!!! esta criança só queria uma coisa, ter cabelo, não estar doente.


Pensem nisso e esqueçam a m......... do dinheiro.

Bom inicio de semana.



quinta-feira, 8 de junho de 2017

Por estes dias/semanas.

A Maria, (euzinha) :) tem andado numa roda viva do caraças lol


O itinerário tem sido este: 

Coimbra

                              

Curia.

                            

Depois, como andar cansa muito, a gente tem de se alimentar :) então: 

Farturas.


Gelado no crepe.




Crepe no gelado :)


Depois, descanso, sim porque ando cansada:) 



Bom Fim De Semana jinhos 

segunda-feira, 29 de maio de 2017

O Próximo.

O ultimo livro que li, Viver Depois de Ti, é um livro dramático no seu todo. Comprei porquê? nem sei, mas chamou-me a atenção o titulo (talvez),sinceramente é um livro que gostei sim, mas a sua história não me convenceu, fez-me lembrar o titulo da canção do Salvador, Amar Pelos Dois? Acho impossível, ou amam ou dois ou não.

Este livro é um pouco isso, ele sofre um acidente, fica tetraplégico, com graves problemas mentais (o que é natural) e ela aos poucos e quase que deixando viver a vida dela, transforma-o numa pessoa melhor que aceita o que o azar lhe reservou, acrescento que ela nunca o tinha visto nem sabia da existência dele.

O titulo: Viver Depois de Ti a mim não me convence, ela vive para ele esquecendo a vida dela.


Agora tenho para comprar, Ensaio sobre a Cegueira de Saramago, já estive a ler a sinopse do livro e parece que vou gostar. Parece-me um livro interessante, penso que trata da cegueira, não física, mas a pior de todas, (acho eu) aquela que se quer, por um motivo ou outro esconder. 
E como se diz: pior não é o cego, mas sim aquele que não quer ver.

Alem disso gosto de Saramago, odiado por tantos, por razoes politicas por ser contra a igreja e por não ter “papas” na língua, só por estes motivos, gosto dele e também da escrita,embora já não esteja entre nós.



Bom inicio de semana 😊  

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Sim, porque eu também tenho :)


Há mais ao menos um mês e meio o mais-que-tudo, arranjou um pedacinho de terra no quintal da minha mãe e plantou lá alfaces :)  

E eis que se não quando!!! tcharammmmmmmmmmmmm 😉😊👌

100% naturais e muito boas, já provei e que bem que me souberam. 

E pronto agora já tenho uma mini horta ahahah 




segunda-feira, 22 de maio de 2017

E sempre assim será.

Hoje e sempre serei eu mesma, hoje e sempre eu caminho por mim, comigo e com os meus próprios pés, hoje e sempre eu tento ser uma boa pessoa, hoje e sempre eu faço por agradar a quem eu gosto, mas só a essas pessoas, hoje e sempre eu faço para que a minha consciência não me pese, hoje e sempre serei a mesma que há cinquenta e um anos.

A que nasceu olhou para o mundo, este mundo que às vezes é um mundo cão e pensou, quando não estiveres bem, quando não gostares e quando te chatearem manda tudo à merda e vai.

Faz o que queres e o que achas que deves fazer, pensa sempre primeiro em ti e depois nos outros.

sexta-feira, 12 de maio de 2017

As palavras que nunca disse.


Acredito na «vida» depois da morte! 

Estupidez? Talvez, mas acredito.

E acredito porquê? Talvez porque gostava de estar e falar com pessoas que já partiram do mundo dos vivos! este mundo em que vivo, um mundo onde nem tudo é cor-de-rosa, um mundo onde às vezes temos pouco tempo para estar ou falar com aqueles que gostamos, um mundo onde há pressa para tudo e às vezes viramos a cara, só porque temos de ir (tomar um café) egoísmo da nossa parte, um mundo onde ninguém se cumprimenta, um mundo que não é de todo cor-de-rosa, mas porque nós, tanta vez, assim o queremos. 

Foi preciso viver meio século para perceber isso! E isso, é o que me faz acreditar e querer que haja vida depois da morte, a minha força da mente ou o meu arrependimento diz-me isso.  

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Irrrrraaaaaa

Ja tou farta, fartinha de ouvir falar da Madie. Faz 10 que desapareceu, lamento!!
O pai da criança que caiu do vigésimo sétimo andar em lx e morrreu foi hoje a julgamento. 

Porque os pais da Madie nunca foram a tribunal? 

terça-feira, 2 de maio de 2017

Foram três :)

Três dias de dolce far niente!! 

Xiiiiiiiiiiiiii foi uma farturinha, de passeio, de dormir até querer, de, não te preocupes 😊 de visitas, é que não fiz mais nada, agora estou aqui a olhar para o telemóvel e ao mesmo tempo lembro que não se limpou a casa, não se lavou a roupa, não se passou a ferro   e agora? 

Não azeda!! Ahahahahah


Por onde andaste Maria? 


Cara de sexta feira= felicidade :) 



Pormenor de um café que visitei. 



Esta será sempre (minha) 





As compras não podem faltar.


Um dos lanches aqui.


Passeio à noite
numa das ruinhas da « minha» baixa.


Uma oliveira dentro de um hiper :) 



Esqueci da dieta :) 

Encontrei esta relíquia.


O café na esplanada deserta, amanhã já acabou :( 



E pronto amanhã começa tudo de novo, mas estou feliz, aproveitar tudo o que a vida me proporciona enquanto poder. 

Bom inicio de semana :) 

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Profundamente indignada :(

Sobre o ataque do cão à criança em Matosinhos, quero dizer que:  para mim, o animal, este e outros, não são perigosos, perigosos são os animais que se dizem humanos, esses sim, grandes animais, bestas, atrasados, retardados e sei mais que adjetivos usar.

Onde já se viu andar com um animal à solta, na rua, ainda por cima numa zona onde há bastantes crianças? 
Só pode ser um animal selvagem! Esses sim, matam tudo o que mexe, mas aí é a lei da natureza, matam para comer.
Agora um cão que é um animal doméstico, teve o azar de ir parar às mãos de um atrasado qualquer que só o ensinou a matar.

Lamento imenso e só espero que a criança sobreviva e não fique com sequelas, imagino a dor e a aflição dos pais, da criança e das pessoas que ali estavam.


Quanto ao atrasado do dono do animal, se for preso, ainda o vamos sustentar. 
E o cão o mais certo é ser abatido. 

terça-feira, 25 de abril de 2017

Onde estava?

O que eu fazia no dia 25 de Abril de 74? estava na casa de banho, que em minha opinião foi o melhor sitio onde poderia ter estado.

Que me perdoem aqueles que sofreram com as agruras do regime de então, que sofreram com as torturas, com a censura com a fome, a privação etc

Mas a casa de banho foi o melhor sitio para eu ter estado, no dia em que se conquistou o poder fazer tudo e mais alguma coisa.